Vagas de Desenvolvedor de Software na UE: Por que Malta?

Com uma economia crescente, Malta tornou-se um dos destinos mais populares para jovens (e não tão jovens) que escolhem trabalhar e viver na União Europeia.

Não é só a economia (com um dos melhores desempenhos da União Europeia) que incentiva as pessoas de países próximos como a Itália e distantes como o Brasil a fazerem a mudança.

O clima e o estilo de vida mediterrâneo de Malta, com 300 dias de sol por ano, uma reputação de país seguro para se viver, e serviços públicos de qualidade, tornam o país um destino muito atrativo para onde mudar-se.

Se você ainda não está convencido, eis algumas das muitas razões para você considerar viver e trabalhar em Malta.

Uma economia crescente com muitas oportunidades de emprego:

Malta é um dos membros da União Europeia de melhor desempenho, onde há muitas oportunidades de emprego, especialmente se você atua com desenvolvimento de software, marketing digital, serviços financeiros, saúde e turismo, para mencionar apenas alguns setores. A economia de Malta baseia-se principalmente em serviços, e o país se estabeleceu como líder em desenvolvimento de software, serviços financeiros, blockchain, IA e jogos.

Está se tornando relativamente simples trabalhar em Malta, mesmo se você não for de um país da UE, mas de um país como Brasil, cujos cidadãos não precisam de visto para entrar na UE, tendo certas qualificações procuradas.

Um estilo de vida mediterrâneo:

Malta desfruta de um clima e estilo de vida mediterrâneo. O inverno é ameno, o verão é quente e a primavera e o outono são muito agradáveis. O país também é muito seguro, e ao mesmo tempo oferece um estilo de vida maravilhoso para todos, jovens e idosos. É um país com uma intensa vida noturna, e é ao mesmo tempo um lugar ideal para criar os filhos ou se aposentar.

História, cultura e muitas coisas para ver e fazer:

Devido à sua posição no centro do Mediterrâneo, Malta compartilha uma empolgante história com todas as civilizações que em algum momento deitaram os olhos no Mediterrâneo. Dos misteriosos povos do Neolítico que deixaram os mais antigos e importantes templos de seu tempo, aos fenícios e cartagineses, romanos, bizantinos, árabes, espanhóis, portugueses, e mais recentemente os franceses e britânicos. Histórias compartilhadas que deixaram um legado para ser desfrutado por todos.

Esse legado é visível não só nos numerosos lugares para visitar, mas também na cultura de Malta, com suas festas e sua cozinha.  Há algo para todo mundo.

Bem conectada:

Embora seja uma ilha, Malta tem boas conexões marítimas e aéreas. Todas as principais linhas aéreas europeias, incluindo as econômicas Ryanair e EasyJet, operam voos para a maioria dos destinos europeus e outros. Algumas das rotas incluem a Itália (Bari, Bolonha, Cagliari, Catânia, Milão, Nápoles, Pescara, Pisa, Roma, Turim e Treviso), Polônia (Gdansk, Cracóvia, Poznan, Wroclaw), Reino Unido (Aberdeen, Belfast, Birmingham, Bournemouth Bristol, Midlands Orientais, Edimburgo, Glasgow, Leeds, Londres, Luton, Manchester), bem como Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Irlanda, Israel, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Marrocos, Noruega, Países Baixos, Portugal, Rússia, Eslováquia, Espanha, Suécia, Suíça, Tunísia, Ucrânia. A lista continua crescendo!

Malta também é bem conectada à Sicília (Pozzallo) através de um serviço de catamarã rápido com partidas diárias, e também há navios que fazem o trajeto de ida e volta de importantes portos de todo o mundo.

Excelentes serviços públicos, incluindo o sistema educacional e de saúde (gratuito):

Malta ostenta um sistema de saúde excelente, disponível para todos os cidadãos da UE, bem como cidadãos de outros países depois de um período de trabalho e contribuição para o sistema de seguro nacional maltês. Existe um hospital principal em Malta, e centros de saúde menores distribuídos pela ilha, além de alguns hospitais e clínicas particulares. Além disso, as escolas públicas de Malta são gratuitas para todos, e têm um alto nível acadêmico.

Um povo acolhedor:

Os malteses são conhecidos pela sua natureza acolhedora e isso faz com que a maioria das pessoas se sinta em casa. Outro fator que contribui para esse sentimento é o fato de que quase todos os malteses falam inglês, e muitos também falam outros idiomas, como italiano, francês, espanhol e alemão. Isso não quer dizer que todos sejam perfeitos, e você pode encontrar maus elementos em qualquer lugar.  No entanto, em geral, os malteses são muito respeitosos com seus hóspedes.

Isso é suficiente para convencer você a se mudar? Quer conversar mais conosco a respeito? Se quiser, envie um e-mail para info@personasrecruiting.com